Polícia Federal apreende mais de 120 animais criados de ilegalmente, durante operação

A Polícia Federal, por meio da Delegacia de Repressão à Crimes Ambientais (DMA/AL), em colaboração com o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA), lançou na manhã desta quinta-feira (11) a Operação Trinado. A ação teve como objetivo reprimir o tráfico de animais silvestres no Estado de Alagoas.

Os policiais federais cunpriram quatro mandados de busca e apreensão nas cidades de Marechal Deodoro, localizada na região metropolitana de Maceió, e em Porto da Folha, no Estado de Sergipe.

Durante o cumprimento das medidas judiciais, foram lavrados quatro Termos Circunstanciados de Ocorrência (TCO), devido à descoberta de vários pássaros sem anilhas e sem certificação do IBAMA nos locais investigados.

A investigação foi iniciada após a constatação de falsidade e adulteração em anilhas de pássaros apreendidos durante um torneio de canto ilegal, realizado em Marechal Deodoro, no dia 17 de março de 2024. Na ocasião, foram encontradas 124 aves sem anilhas, configurando a ilegalidade.

O objetivo da operação é fiscalizar os plantéis e aprofundar a investigação sobre crimes de falsificação de selo público e tráfico de animais silvestres, além de outros crimes que possam estar associados.

O nome Trinado da operação faz referência ao som melodioso produzido por alguns pássaros.

Veja Mais

Deixe um comentário

Vídeos