CBF: ‘Dívida dos clubes é quase impagável’

Dirigente da CBF Marco Polo Del Nero defende maior parcelamento da dívida dos clubes, que supera R$ 4 bilhões, para deixar ‘o futebol zerado’.

Brasil 247Dirigente da CBF Marco Polo Del Nero

Dirigente da CBF Marco Polo Del Nero

O dirigente da CBF Marco Polo Del Nero voltou a defender um parcelamento maior aos clubes endividados. Em entrevista ao ‘Estado de S. Paulo’, ele diz que “a conta é quase impagável do jeito que está hoje, o parcelamento é muito elevado”. O déficit chega supera R$ 4 bilhões.

“Queremos deixar o futebol zerado, mas com parcelamento. Não é perdão, vamos pagar a conta”, diz. Segundo ele, os clubes não podem gastar mais do que recebem. “Têm de projetar suas contas… Terminar a competição e não dever para ninguém”.

Resistente ao projeto de Lei de Responsabilidade Fiscal do Esporte, ele entende que cabe à Confederação determinar normas para punir clubes que desrespeitarem o fair play financeiro

Fonte: Brasil 247

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notificações no seu whatsappReceba nossas notificações