McGregor massacra Siver, pula para fora do octógono e desafia José Aldo aos berros

ReproduçãoMcGregor foi para cima de José Aldo, que ficou apenas rindo na platéia

McGregor foi para cima de José Aldo, que ficou apenas rindo na platéia

Ele fala muito, mas também faz! Conor McGregor não deu nenhuma chance ao azar na madrugada desta segunda-feira. Com um completo domínio do octógono, fez parecer que o rival Dennis Siver sequer tinha nível para estar no UFC. Com um nocaute no segundo round, carimbou de vez o passaporte para uma superluta pelo cinturão com o brasileiro José Aldo.

E, como bom showman que é, não pensou duas vezes no que fazer. Logo após conseguir o nocaute, pulou as grades do octógono e partiu para cima de José Aldo, que estava na plateia para assistir ao combate do próximo desafiante. Aos berros, desafiou o brasileiro, pegou a bandeira da Irlanda e fez o sinal do cinturão. O campeão, calmo, não reagiu e apenas deu risadas.

"Eu vou acabar com ele de qualquer maneira. Ele é um dos que está falando muito. Eu sou o melhor dessa divisão e eu vou ganhar dele. Vou tirar o cinturão dele", disse McGregor ainda no octógono.

O repórter oficial do UFC, Joe Rogan, chegou a anunciar que José Aldo subiria ao octógono. O brasileiro, porém, não o fez. O Ultimate temeu pelo que pudesse acontecer no momento com os ânimos exaltados. "Ele foi embora ao para o Brasil", provocou o irlandês.

Aldo, porém, concedeu sua entrevista na sequência. "É normal, ele é uma piada. È o bobo da corte, só dou risada dele", disse ao ser perguntado porque ficou apenas rindo quando McGregor saltou o octógono.

"Não me impressionou nada. Com meus treinadores e minha equipe, eu sei o que vou fazer com ele. Nunca me acomodei, nunca relaxei. Caras como ele sempre me motivam mais. Sou um campeão novo ainda, tenho 28 anos, estou muito motivado, não vejo a hora de subir lá em cima e fazer essa luta", completou o brasileiro.

Os dois agora devem se encontrar em um futuro não muito distante. E prometem realizar o sonho mais antigo de Dana White: um evento em um estádio de futebol. E isso pode acontecer tanto no Brasil quanto na Irlanda. Promessa de muitas boas entrevistas nos próximos meses e de uma luta espetacular para parar o mundo do esporte.

É tudo isso, sim!

McGregor mostrou mais uma vez neste começo de segunda-feira que pode cumprir dentro do octógono tudo que fala fora dele. Durante todo o primeiro round, dominou o centro do octógono como poucos. E desferiu uma variedade enorme de golpes, sempre com uma postura pouco convencional que parece confundir qualquer adversário.

Em nenhum momento, o irlandês passou perigo. Pelo contrário. Sempre pareceu estar com o nocaute na mão. E só não o conseguia porque pretendia aumentar o show antes de acabar com a luta. Quando decidiu que era hora do fim, foi para cima, derrubou o rival com uma sequência de socos e ainda passou a guarda com maestria no chão para ficar com uma montada e despachar Siver de vez.

"Eu tinha dito dois minutos, queria dizer dois rounds. Não senti nenhuma ameaça. Todo mundo fala sobre o meu trash talinkg, mas tem que vir aqui e ganhar de mim. Ninguém fala da minha habilidade, da minha técnica", disse.

Fonte: ESPN

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notificações no seu whatsappReceba nossas notificações