Após perseguição, PRF prende dois com armas na BR-104

PRFPRF

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) realizou, entre a noite da segunda (04) e a madrugada desta terça-feira (05), comandos de fiscalização para combater assaltos nas BRs 104 e 101. Duas pessoas foram presas por porte ilegal de arma em Messias/AL. Elas estavam com dois revólveres calibre 38 e dez munições intactas.

A abordagem à dupla ocorreu próximo da 1h da madrugada de hoje (05). Os policiais rodoviários federais estavam realizando ronda na BR 104 quando avistaram o VW Santana com placa de Alagoas trafegando pela rodovia. Foi dada ordem de parada, mas os ocupantes do carro não obedeceram. A viatura da PRF acompanhou o automóvel, que parou apenas cinco quilômetros depois, no km 68, da BR 104.

Dentro do veículo havia dois homens. Eles foram revistados pelos agentes da PRF e dois revólveres calibre 38 com cinco munições em cada um deles foram encontrados. Como não possuíam autorização para portar arma de fogo, ambos foram presos por porte ilegal de arma. A ocorrência foi encaminhada a Central de Polícia Civil em Maceió/AL.

Dia de segunda-feira, a BR 104 torna-se rota obrigatória para comerciantes alagoanos que viajam para a Feira da Sulanca, em Caruaru/PE. Devido a esse contexto e à conduta dos acusados, desconfia-se que eles estavam planejando praticar assaltos na rodovia federal.

Ações Planejadas
Desde meados de 2012, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) vem combatendo com mais rigor o tráfico de drogas e armas nas BRs 101 e 104. Por consequência vem também trabalhando para a diminuição de assaltos na região.

As ações planejadas, baseadas em mapeamento de pontos vulneráveis, já estão dando resultados. Nos primeiros cinco meses desse ano, a PRF já realizou 175 prisões e apreendeu 15 revólveres. Dezesseis pessoas foram presas por tráfico de drogas, oito por roubo e furto de veículos e 41 por possuírem mandados de prisão em aberto. Ano passado, no mesmo período, a PRF havia prendido 144 pessoas e apreendido 14 revólveres.

Fonte: Ascom PRF

Veja Mais

Deixe um comentário