Fazendeiro é solto após pagamento de resgate

O fazendeiro Sebastião Antonio da Costa, de 45 anos, seqüestrado na última segunda-feira, 26, na localidade conhecida Braúnas, zona rural de Arapiraca, foi liberado na madrugada desta quarta-feira, 28, após o pagamento do resgate pela família, cujo valor não foi divulgado.

Sebastião da Costa foi resgatado por policiais do Tático Integrado Grupo de Resgates Especiais (Tigre) da Polícia Civil, na localidade conhecida como Branca de Atalaia, em Atalaia, a 50 quilômetros de Maceió. De acordo com as primeiras informações, o fazendeiro não teria sofrido violência física e seu estado geral é considerado bom.

O fazendeiro foi levado por aproximadamente cinco homens que invadiram a propriedade e levaram além da vítima o seu veículo, um utilitário Fiat Strada de cor prata e placa MUB 8992/AL, que não foi recuperado.

No cativeiro

Nas últimas 12h duas pessoas foram vítimas de seqüestros em Arapiraca. O adolescente Wallace Tavares Santa Rosa, 15, e um moto taxista ainda não identificado.

As vítimas, sob a mira de armas, foram colocadas à força no interior de dois veículos. O seqüestro que teve como vítima o adolescente ocorreu no final da tarde desta terça-feira, 27.

Wallace Tavares Santa Rosa e um moto taxista ainda não identificado teriam sido abordados por desconhecidos e colocados à força no interior de dois veículos, sendo um Pálio e um Celta ambos de cor preta.

O duplo seqüestro ocorreu na Rua José Honorato no bairro Primavera, um dos mais populosos de Arapiraca. De acordo com o relato de testemunhas, o adolescente seguia viagem como carona no moto táxi, quando foi interceptado pelos ocupantes dos dois veículos.

Um dos seqüestradores pediu para o adolescente retirar o capacete e após reconhecê-lo forçou o adolescente e o moto taxista a entrarem nos veículos. No início da noite de ontem, os pais do garoto que residem no bairro Manoel Teles prestaram queixa no 54º DP. O caso está sendo investigado pelo delegado Valdecks Pereira.

Fonte: Com Sertão24horas

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *