Alexandre Toledo pede a união da sociedade para tirar Alagoas da zona de risco desconhecido da aftosa

A retirada de Alagoas da zona de risco desconhecido da febre aftosa e a valorização da extensão rural são os principais compromissos do secretário de Estado da Agricultura, da Pecuária, da Pesca e do Abastecimento, Alexandre Toledo. A solenidade de transmissão de cargo foi realizada nesta quarta-feira, no pátio da secretaria.

Em seu discurso, Alexandre Toledo disse que continuará o trabalho que deu certo e implantará novas ações na Agricultura, um dos pilares do novo governo. “O setor mexe com o comércio, indústria, pequenos e médios agricultores, e precisamos ter diálogo de todos os segmentos da sociedade”, frisou.

Sobre os órgãos que compõem a pasta, Toledo destacou a importância do trabalho desenvolvido pelo Iteral na questão fundiária; do Ideral, no apoio à comercialização e armazenamento de produtos, e da Adeal, na questão da defesa vegetal e animal. “O problema da aftosa é muito grave e precisamos incrementar ações mais fortes, com a participação de toda a sociedade, para tirar Alagoas desse isolamento e liberar as fronteiras no mais curto espaço de tempo”, enfatizou.

O secretário afirmou que, assim como há o problema da aftosa, o governo tem que estar prevenido contra outros males, como a brucelose e a tuberculose bovina e pragas vegetais como a sigatoka da bananeira. Sobre a extensão rural, Alexandre Toledo disse que o setor receberá atenção especial, com foco prioritário na agricultura familiar.

No final do seu discurso, o secretário firmou o compromisso com o servidor da pasta, que será valorizado para trabalhar com estímulo, assim como foi feito na prefeitura de Penedo e nas suas empresas.

A solenidade foi prestigiada pelo senador João Tenório; pelos deputados federais Benedito de Lira e Givaldo Carimbão; secretários de Estado; pelo arcebispo de Penedo, dom Valério Breda; pelo superintendente do Sebrae, Marcos Vieira; representantes do setor produtivo, familiares e funcionários da secretaria.

Fonte: Agência Alagoas

Veja Mais

Deixe um comentário