Talibã celebra aniversário de 50 anos de Osama bin Laden

O longo silêncio do chefe da al-Qaeda alimentou especulações de que o fugitivo mais procurado do mundo possa ter morrido, apesar de muita gente da comunidade internacional de inteligência achar que sites de militantes islâmicos na Internet teriam feito circular a notícia de sua morte.

"Ele está vivo, tenho 100 por cento de certeza", afirmou o porta-voz talibã Mullah Hayatullah Khan à agência Reuters. Ele acrescentou que líderes importantes da organização estão em contato com bin Laden, reforçando uma visão amplamente comentada de que ele está escondido perto da fronteira entre o Paquistão e o Afeganistão.

Khan disse que combatentes talibãs em campos no Afeganistão fariam preces especiais para marcar o nascimento de bin Laden em 10 de março de 1957 na cidade saudita de Jeddah. "Rezamos para que Alá dê a ele 200 anos de vida", afirmou Khan por telefone de satélite de uma localidade não-revelada.

O vídeo mais recente de bin Laden foi divulgado no final de 2004 -fitas liberadas depois disso foram identificadas como mais antigas- e cerca de meia dúzia de fitas de áudio surgiram na primeira metade de 2006.

Mas um longo silêncio depois disso alimentou rumores de que bin Laden esteja mal de saúde ou morto, apesar de os Estados Unidos temerem que a al-Qaeda esteja reconstruindo sua base em terras tribais do Paquistão e fortalecendo laços com afiliadas na Europa, no Norte da África e no Oriente Médio.

Vivo ou morto, bin Laden é considerado por alguns o líder simbólico de uma guerra santa contra os Estados Unidos após os ataques de 11 de setembro de 2001 a Nova York e Washington, que matou mais de 3 mil pessoas.

Fonte: Do G1, com informações da Reuters

Veja Mais

Deixe um comentário