Mais quatro municípios alagoanos terão unidades do Cefet

Alagoas deve ganhar, ainda neste ano, mais quatro unidades descentralizadas do Cefet-AL (Centro Federal de Educação Tecnológica de Alagoas). Piranhas, Arapiraca, Penedo e Maragogi são os municípios listados pelo Ministério da Educação para sediar as novas Uneds. O projeto recebeu o aval do MEC e será submetido à avaliação do presidente Lula.

O diretor-geral do Cefet-AL, Roland Gonçalves esteve, nesta semana, em Brasília e confirmou a intenção do governo federal em ampliar a rede federal de ensino técnico e tecnológico com o objetivo de qualificar mão-de-obra nestas regiões e proporcionar geração de emprego e renda.“Se o presidente Lula aprovar a sugestão do MEC, um projeto-de-lei será submetido ao Congresso Nacional para a criação das novas Uneds”, enfatizou Roland Gonçalves.

O Cefet-AL já dispõe de duas unidades descentralizadas nos municípios de Palmeira dos Índios e de Marechal Deodoro, ofertando os cursos de Produção Elétrica, Planejamento e Gerenciamento de Obras (tecnológicos), além do curso técnico de Eletrotécnica. Os municípios escolhidos darão como contrapartida toda a infraestrutura para implantação da Uned que inclui uma área de 21mil x 50 mil metros quadrados. “Quanto maior a contrapartida, maior a classificação da Uned no município o que equivale a mais investimentos do governo federal no município”, salientou o diretor-geral.

Quanto à oferta dos cursos, esses serão discutidos em uma audiência pública com a população dos municípios beneficiados. Pelo menos dois municípios já estão com parte da infraestrutura pronta para sediar a Uned do Cefet-AL: Maragogi que terá o primeiro curso
tecnológico a distância a partir de junho e Xingo, em Piranhas que, inclusive já sediou um campus avançado do CEFET-AL e discute o retorno da instituição federal de ensino há dois anos.

Além da construção das Uneds é intenção do Cefet-AL oferecer cursos técnicos rápidos a outros municípios e comunidades de Alagoas. Uma dessas ações será a oferta do Programa de Educação de Jovens e Adultos (Proeja) em doze assentamentos rurais no litoral norte do Estado.

Fonte: Cefet

Veja Mais

Deixe um comentário