Augusto Farias: “bandidos não têm medo da Polícia e nem da Justiça alagoanas”

Augusto Farias (PTB), que assumiu o mandato de deputado federal no dia 13 deste mês, depois da morte de Gerônimo Ciqueira (PTB), foi um dos parlamentares que participou da reunião entre a Polícia Militar de Alagoas e a bancada federal, que terminou agora a pouco.

O parlamentar disse que o encontro foi proveitoso e que os deputados federais foram convencidos, por meio de números, que a PM tem feito o está ao seu alcance, mas a falta de estrutura e equipamentos dificulta o policiamento ostensivo.

“A apresentação feita pelo comandante da PM foi bastante satisfatória. A bancada federal pôde constatar as reais deficiências e já nos comprometemos em alocar recursos, no orçamento do ano que vem, para melhorar os serviços prestados pela Polícia Militar”, garantiu ele.

Dentre os benefícios que foram prometidos, estão viaturas, armamento e equipamentos de alta tecnologia.

Segundo o deputado, Alagoas precisa se unir para combater a criminalidade. “Os bandidos não têm medo da Polícia e nem da Justiça alagoanas. Isso é um absurdo. Eles têm que respeitar as nossas instituições”, cobrou Augusto Farias.

Relembrando

Augusto Farias é irmão de PC Farias. Em 1999, o deputado chegou a ser indiciado pelos assassinatos do ex-tesoureiro de Collor (PC) e de sua namorada, Suzana Marcolino, ocorridos em 1996. Farias sempre negou tudo.
Após a morte de Gerônimo Ciqueira, o suplente de deputado sequer esperou o período de 7 dias de luto e assumiu o mandato no dia seguinte.

Veja Mais

Deixe um comentário