Delegado pede prisão preventiva de estudante que matou o amigo em São Miguel

O Delegado de São Miguel dos Campos, Antônio Carlos Azevedo Lessa, pediu a prisão preventiva de Rodolfo Amaral, que matou o amigo Davi Hora Barros Omena, 18 anos, com um tiro de pistola, depois que saíram de uma festa, na madrugada de ontem em São Miguel dos Campos.

Davi passou quase 15 horas em coma profundo, mas não resistiu e morreu na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) da Santa Casa de Misericórdia de Maceió. Os rapazes que estavam no carro na hora do crime prestaram depoimento ao delegado Antônio Carlos Azevedo Lessa.

O motivo do crime, de acordo com o relato das testemunhas, teria sido o pedido de Davi para que Rodolfo entregasse as chaves do carro, um Gol preto, de propriedade da família da vítima, alegando que o mesmo não estava em condições de dirigir, já que havia bebido em excesso. Rodolfo não concordou, começou a discutir com Davi, puxou a pistola que trazia dentro de um porta-CD e atirou.

Rodolfo Amaral é filho do empresário Raimundo Câmara Amaral, das lojas Amaral Jóias, e está sendo procurado pela polícia.

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *