Mello estréia contra Sanchez em challenger

Eliminado na primeira rodada de Wimbledon, o paulista Ricardo Mello retorna ao saibro em busca da recuperação na temporada. Em 54º lugar no ranking de entradas, disputa a partir de hoje o challenger de Biella, na Itália, com premiação de US$ 100 mil.

Cabeça 2, Mello estréia, em data e horário a serem definidos pela organização, contra o espanhol David Sanchez, responsável pela prematura queda de Gustavo Kuerten em Roland Garros. O tenista de Campinas já enfrentou o rival uma vez, na segunda rodada do Aberto dos EUA em 2004, e venceu por 3 sets a 0, parciais de 6/1, 6/1 e 6/3.

Sanchez ocupa atualmente o número 112 no ranking, mas já foi 41º do mundo em 2003. Na temporada, ele ainda não engrenou: sua melhor campanha foi a terceira rodada de Roland Garros, onde derrotou o sueco Thomas Johansson, além de Guga. Na carreira, o espanhol tem dois títulos de simples e quase US$ 1,5 milhão em prêmios.

Mello, por seu lado, tenta reencontrar o caminho das vitórias, após um começo de ano animador. No entanto, depois de conquistar o challenger de São Paulo e atingir a semifinal do Brasil Open, o brasileiro caiu de rendimento e venceu apenas dois jogos nos últimos quatro meses. Pior: já não ganha há cinco jogos, desde a vitória sobre o alemão Rainer Schuettler em Munique.

O cabeça 1 do torneio é o italiano Filippo Volandri, 32º colocado no ranking. Também estão na chave principal o peruano Luis Horna, os argentinos Mariano Zabaleta e Juan Monaco, o finlandês Jarkko Nieminen e o gaúcho com cidadania alemã Tomás Behrend.

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *