Equipes podem boicotar corridas da F-1, diz chefe da Minardi

As equipes de Fórmula 1 podem boicotar as próximas corridas do circuito caso a a FIA aplique punição severa pelo vexame do Grande Prêmio dos EUA, no último dia 19. Quem avisa é o australiano Paul Stoddart, chefe da Minardi.

"No pior quadro possível de o [presidente da FIA] Max [Mosley] aplicar uma punição draconiana, será que os outros times competiriam? Precisaríamos fazer uma reunião e não dá para garantir nada", declarou. "Ações serão tomadas, mas não digo que isso acontecerá no GP da França".

Mosley, por sua vez, foi cauteloso nas declarações à imprensa. "Você não sanciona as pessoas a não ser que elas sejam culpadas. A primeira coisa a fazer é ouvir o que têm a dizer, pois toda história tem dois lados".

"Caso [as equipes] sejam consideradas culpadas, a punição vai desde um alerta até banimento por toda a vida. Não acredito que será nenhuma dessas neste caso, mas há muitas coisas entre estas duas", prosseguiu.

O presidente da FIA também mostrou tranquilidade com relação ao pedido para que ele renuncie seu cargo, feito publicamente por Stoddart. "Quando eu estava do lado das equipes, costumávamos pedir para o presidente renunciar de hora em hora", afirmou.

No entanto, Mosley finalizou com um discurso mais firme: "Não estou aqui para ficar amigo das equipes, estou aqui para assegurar que a Fórmula 1 se desenrole segura e corretamente".

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *