Funasa leva fluoretação do abastecimento de água para municípios distantes

A Fundação Nacional de Saúde (Funasa) está levando o sistema de fluoretação no abastecimento de água para os municípios mais distantes do país. O objetivo é melhorar a saúde bucal dos beneficiários, ajudando-os a prevenir cáries.

A iniciativa faz parte do Programa Brasil Sorridente. Em entrevista à Rádio Nacional de Brasília, o presidente da Fundação Nacional de Saúde, Waldir Camárcio Bezerra, disse que o programa está sendo desenvolvido em todo o país.

Camárcio lembrou que a fluoretação nas águas é extremamente importante para a prevenção de cáries. Ele disse que a meta é levar água com flúor a todos os lares do país. "Hoje a demanda está principalmente nas pequenas localidades, nos distritos, nas regiões mais distantes, áreas em que a Fundação Nacional da Saúde sempre trabalhou". A fluoretação dos sistemas de abastecimento é recomendada pela Organização Mundial da Saúde.

De acordo com Camárcio, será necessário capacitar técnicos para que avaliem periodicamente o nível de flúor da água, já que "pode estar aquém ou além do recomendado". Ele informou que ainda é baixo o índice de fluoretação nas áreas rurais, mas espera que a política do governo nesse sentido contribua para mudar o quadro.

Camárcio explicou que a fluoretação na dosagem certa não modifica a cor nem a qualidade da água. Segundo ele, está sendo distribuído para todos os municípios incluídos no programa um equipamento destinado a dosar o nível de flúor na água. "O aparelho que nós estamos disponibilizando em todos os municípios faz a permanente dosagem do flúor que cai nos sistema de abastecimento. Com a dosagem, a população não sente a diferença", disse.

Segundo Camárcio, o programa Brasil Sorridente é um grande passo para que o país saia das estatísticas "dos desdentados". Ele disse que, até o final deste, devem estar em funcionamento 700 sistemas de fluoretação e pediu que os municípios mais distantes ajudem o programa, entrando em contato com seus representantes nos estados.

"Estamos fazendo um inquérito nacional sobre os sistemas que ainda não estão fluoretados, porque são pequenas localidades. A comunidade, os prefeitos e os gestores municipais também podem entrar em contato conosco para agilizar esse processo". Os municípios que queiram participar do programa Brasil Sorridente devem procurar a Fundação Nacional da Saúde localizado em seus estados ou pelo site www.funasa.gov.br.

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *