Inquérito do caso Davi Hora é entregue à Justiça

O delegado de São Miguel dos Campos, Antônio Carlos Lessa, entregará ao Fórum de São Miguel, por volta de 12h, o inquérito que indicia Rodolfo Amaral por homicídio doloso. O estudante Davi Hora Omena Barros foi baleado por Rodolfo Amaral, quando voltavam de um show, no dia 23 de junho.

No inquérito, prevaleceu a versão das testemunhas, de que durante uma briga para definir quem iria dirigir o carro, Rodolfo Amaral teria pego a arma e efetuado o disparo. A versão do acusado, entretanto, era de que Davi Hora tentou pegar a arma debaixo do banco do carro e esta disparou por acidente.

Cinco testemunhas foram ouvidas pelo delegado. Todos eram amigos de Amaral. Apenas dois adolescentes estavam no mesmo carro que o acusado e a vítima, os outros alegaram ter encontrado a arma, mas a jogaram no rio de São Miguel.

Rodolfo Amaral está preso na Delegacia Regional de São Miguel dos Campos, desde o dia em que se apresentou, 1º de julho. Segundo o delegado, depois da entrega do inquérito, ele ficará à disposição da Justiça.

Veja Mais

Deixe um comentário