Delegado interroga suspeito de empurrar torcedor no Estádio Rei Pelé

Alagoas24horasApós o depoimento, José Avanildo saiu correndo, sem falar com a imprensa

Após o depoimento, José Avanildo saiu correndo, sem falar com a imprensa

O delegado do 3° Distrito Policial, Carlos Alberto Reis, ouviu agora a pouco, o depoimento de um torcedor que assistia ao jogo entre Bandeirante x CSA, no dia 26 de junho, no Estádio Rei Pelé. Ele é suspeito de ter empurrado Josival Antônio dos Santos Silva, 23, que caiu do quarto piso do Estádio Rei Pelé.

José Avanildo prestou depoimento no 3° DP, no bairro do Vergel e alegou que estava apenas “mandando as pessoas saírem do alambrado”, quando Josival caiu. Após o interrogatório ele saiu correndo sem falar com a imprensa.

No depoimento, o torcedor afirmou que não viu quem empurrou Josival durante o intervalo do jogo. O irmão da vítima, Edílson Souza Júnior, também prestou depoimento ao delegado Carlos Alberto Reis e disse que “um senhor de cabelos grisalhos empurrou Josival, no intervalo do jogo”.

O caso

No intervalo da partida entre CSA e Bandeirante, Josival Silva caiu no terceiro pavimento do térreo e foi socorrido, ainda inconsciente, pelo Corpo de Bombeiros.

O torcedor foi levado para a Unidade de Saúde Armando Lages. Ele quebrou o maxilar, perdeu quatro dentes e precisou fazer uma cirurgia no joelho. Josival recebeu alta quatro dias depois do acidente, quando testemunhou ao delegado sobre o caso.

Na terça-feira, 12, o delegado fará o reconhecimento entre as testemunhas e o torcedor indiciado, José Avanildo.

O inquérito ainda não tem data para ser concluído, mas, caso seja necessário, o delegado poderá pedir a prorrogação do prazo de entrega à Justiça.

Veja Mais

Deixe um comentário