Homem é morto por ex-presidiário no Sitio São Jorge

O auxiliar de serviço-gerais Edvaldo José da Silva foi assassinado com vários tiros de revólver, no Sítio São Jorge, Barro Duro. A Polícia Militar possui a informação de que o principal suspeito do crime é um ex-presidiário, porém sua identidade não foi ainda revelada. A acusação é feita pelo filho de Edvaldo José, Wellington Santos da Silva.

O crime aconteceu pouco depois de Edvaldo José da Silva sair de casa para encontrar com amigos, por volta das 17h30 de ontem. O filho assim que soube que o pai tinha sido vitimado por arma de fogo, correu até o local do crime e ainda encontrou o pai com vida. Edvaldo chegou a ser socorrido e levado para a Unidade de Emergência Armando Lages, localizada no Trapiche da Barra, mas morreu ainda no percurso.

O corpo deu entrada na Unidade de Emergência, mas logo foi transferido para o Instituto Médico Legal. Por estar sem documentos, ainda não consta em sua ficha cadavérica, a idade. Wellington também não soube informar aos PMs.

O laudo cadavérico deve ser entregue a delegacia do 6° Distrito Policial amanhã, para que seja dado prosseguimento as investigações. A principal testemunha do caso, o filho da vítima, deve ser ouvido nesta terça-feira pela equipe do 6° DP.

Veja Mais

Deixe um comentário