Polícia desiste de transferir acusados de assassinar taxista e avenida Gustavo Paiva está sendo desbloqueada

Os agentes policiais de plantão no CIAPC 3, em Cruz das Almas, desistiram de transferir os três acusados de assassinarem o taxista Adamilton José da Silva, de 39 anos. O motivo, segundo apurou o Alagoas 24 Horas, seria o risco de serem linchados, já que pelos 200 taxistas protestam em frente à Delegacia.

Neste momento, agentes do Corpo de Bombeiros (CB), estão retirando os pneus da Avenida Gustavo Paiva e lavando a pista para liberar o tráfego.

Os suspeitos de terem cometido o crime, são Tiago José Nunes, Cícero Pedro da Silva e Luiz Santos Calado – presos na noite de ontem. Mesmo negando a autoria material do crime, eles devem aguardar que o exame residuográfico seja concluído.

Para garantir a tranquilidade no local, 22 homens do BOPE, foram chamados para conter o clima de tensão. Os taxistas já começam a desobstruir a rua que dá acesso ao CIAPC 3, mas, afirmam que os protestos não irão cessar.

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *