Ponte e Inter marcam no fim e empatam em Campinas

Mesmo sem conseguir vencer, a Ponte Preta completou neste domingo 10 rodadas consecutivas na liderança do Campeonato Brasileiro. No Moisés Lucarelli, em Campinas, a equipe paulista empatou por 1 a 1 com o Internacional, que permanece na terceira colocação após 16 jogos.

Com a colaboração da torcida, que lotou o Majestoso após ser considerada a terceira menos presente do campeonato, com média de 5.185 pagantes, a Ponte fez uma partida equilibrada, com diversas chances de gol para ambas as equipes.

Os dois gols saíram no final do jogo. O Inter marcou aos 43min, com Rafael Sóbis. Mas, no minuto seguinte, na primeira bola em que perdeu de cabeça, o time colorado sofreu o empate com gol de Rafael Santos.

A equipe paulista chegou aos 33 pontos, dois a mais que o Corinthians, segundo colocado e que perdeu para o Santos na Vila Belmiro. O Inter vem logo atrás, com 29.

A equipe do técnico Muricy Ramalho empatou pela primeira vez fora de casa, onde tem excelente desempenho. Até agora, havia vencido cinco vezes e perdido apenas duas. Em casa, porém, venceu quatro e perdeu três, uma delas na última rodada. O Paraná surpreendeu e fez 2 a 0, impedindo o duelo de líderes neste domingo.

Ainda sem Vinícius e Iarley, lesionados, os gaúchos voltam à Porto Alegre e encaram o Santos, com Robinho, nesta quarta, às 21h45. No mesmo dia e horário, a Ponte entra em campo para enfrentar o Flamengo, no estádio Luso-Brasileiro, no Rio de Janeiro.

O jogo
A primeira equipe a chegar com perigo foi o Inter, aos 11min. Na verdade, o perigo veio da própria Ponte. Após cair em uma dividida, Galeano chutou de fora da área contra sua própria meta e quase marcou um belo gol. A bola passou rente ao ângulo direito de Lauro e foi a escanteio.

Aos 18min, Jorge Wagner arriscou chute forte, de canhota, e o goleiro do time de Campinas fez bela defesa, espalmando pela linha de fundo. Aos 23min, em escanteio da esquerda, Fernandão cabeceou no travessão. Lauro, parado, só torceu. O Inter, melhor organizado, não dava espaços para o adversário e a Ponte pouco passava do meio campo.

No contra-ataque, porém, Danilo tabelou com Kahê, mas foi travado pela zaga na hora do chute, dentro da área, aos 26min. Aos 43min, Índio cruzou da direita e Rafael Sobis cabeceou sozinho, rente à trave de Lauro. Apesar das boas chances, o time gaúcho descia para o vestiário em igualdade no placar. "Demoramos 30 minutos para entrar no jogo", dizia o técnico Nenê, da Ponte.

No segundo tempo, então, a líder do campeonato resolveu arriscar mais e começou melhor. Aos 5min, o lateral Rissut arriscou de direita, rasteiro. A bola passou muito próxima ao pé da trave direita de Clemer. Aos 9min, o troco do Inter veio com Edinho, que deu belo passe para Alex na esquerda, sozinho. Já dentro da área, o jogador chutou cruzado, mas sem direção.

Aos 16min, Fernandão dominou belo lançamento de Alex na entrada da área, entre dois zagueiros, e chutou rasteiro, no canto esquerdo. A bola caprichosamente saiu pela linha de fundo, sob o olhar de Lauro. Aos 23min, Rafael Sobis recebeu cruzamento de Elder Granja quase na marca do pênalti, dominou e chutou rente ao ângulo esquerdo do goleiro ponte-pretano.

O Inter voltava a dominar a partida e quase marcou aos 36min, em chute perigoso de Elder Granja. Aos 42min, foi a vez de Alex arriscar de fora e obrigar Lauro a fazer grande defesa.

Quando o empate já parecia definida, a bola sobrou para Rafael Sobis depois de disputa de bola entre Rissut e Fernandão. Da marca do pênalti, ele dominou, virou e disparou um petardo no ângulo de Lauro, sem defesa. Na saída de bola, cruzamento para Rafael Santos, que ganhou de cabeça da zaga gaúcha e igualou o placar.

PONTE PRETA
Lauro; Rissut, Galeano, Rafael Santos e Bruno (Luciano Baiano); Ângelo (André Silva), Carlinhos, Luciano Santos, Danilo e Evando (Isaías); Kahê
Técnico: Nenê Santana

INTERNACIONAL
Clemer; Índio, Wilson e Edinho; Elder Granja, Edmílson, Tinga (Ricardinho), Jorge Wagner e Alex; Fernandão e Rafael Sobis
Técnico: Muricy Ramalho

Local: Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP)
Árbitro: Luiz Antônio Silva Santos (RJ)
Auxiliares: Aristeu Tavares (RJ) e João Luiz Magalhães (RJ)
Cartões amarelos: Edmílson, Tinga (Inter), Luciano Santos (Ponte)
Gols: Rafael Sobis, aos 43min; Rafael Santos, aos 44min

Fonte: UOL

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *