Justiça nega pedido de liberdade provisória de Rodolfo Amaral

A justiça negou o pedido de liberdade provisória do estudante Rodolfo Amaral, 18, acusado de matar Davi Hora Barros, 19, também estudante, no dia 23 de junho, após o depoimento de hoje.

O depoimento começou por volta das 9h, no Fórum de São Miguel dos Campos e só terminou no início da tarde. Embora a resposta da Justiça tenha sido negativa, o advogado de Rodolfo, Raimundo Palmeira, afirmou que vai ratificar o pedido de liberdade, já que o Ministério Público não se opõe.

Raimundo Palmeira tem três dias para encaminhar a ratificação à Justiça.

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *