Atendimento pré-hospitalar resolve 85% dos casos

Elaine RodriguesO atendimento pré-hospitalar pode resolver até 85% dos problemas de saúde

O atendimento pré-hospitalar pode resolver até 85% dos problemas de saúde

A assistência prestada durante o atendimento pré-hospitalar pode impedir sofrimento, seqüelas ou mesmo a morte. Em Alagoas, uma empresa de emergência médica consegue resolver 85% dos problemas de saúde no próprio local onde o socorro é prestado.

De acordo com pesquisas norte-americanas, metade dos acidentes e mortes registrados poderia ser evitado se fosse realizado um atendimento pré-hospitalar adequado. Foi comprovado também, que um acidente ou situação de emergência, como dores intensas, ferimentos profundos, crises hipertensivas ou doenças cardiovasculares requerem um atendimento médico especializado no local ou até o caminho do hospital.

Em todo o Estado de Alagoas, a empresa Alerta Médico presta esse serviço de atendimento pré-hospitalar a mais de 15 mil pessoas. São três Unidades de Tratamento Intensivo, UTI’s móveis de plantão, localizadas em partes estratégicas para prestar o socorro em menor tempo possível.

O administrador do Alerta Médico, Newton Roberto, explica que os sucessos dos atendimentos vêm de uma equipe especializada. “O socorro é prestado por médicos intensivistas, enfermeiros, socorristas e para-médicos especializados em urgência e emergência”, afirma, avaliando que, na maioria, os socorros são requisitados por problemas de saúde e não por acidentes.

O atendimento é feito em até 20 minutos e cada UTI móvel leva equipamentos importantes para salvar vidas, como o desfibrilador – conhecido por permitir a ressuscitação cardíaca –, o respirador artificial e o kit de parto.

Esses e outros equipamentos estarão expostos ao público na Mostra de Urgência e Emergência, de serviços prestados pelo Governo, nos dias 26 e 27 deste mês no shopping Iguatemi.

A origem da Estrela da Vida

Os prestadores de primeiros socorros em todo o mundo utilizam a “Estrela da Vida” como símbolo da Emergência Médica.

Segundo a mitologia grega, Asclepius – filho de Apolo e deus da Medicina – aprendeu a arte da cura do centauro Cheron, mas Zeus – rei dos deuses – temia que todos os homens se tornassem imortais por esses conhecimentos e matou Asclepius com um raio.

Depois da morte de Asclepius, quem dormia nos seus templos era curado durante o sonho. O deus da Medicina era geralmente representado em pé, com manto comprido, segurando um bastão com uma serpente enrolada.

O símbolo da Medicina – o bastão com uma serpente em volta – surgiu dessa história e a Estrela Azul da Emergência Médica foi inspirada nela. Com seis barras, o símbolo representa um ciclo completo de ações em termos de Emergência Médica – detecção do caso, alerta, pré-socorro, socorro no acidente, cuidados durante o transporte e tratamento definitivo.

Veja Mais

Deixe um comentário