"PT nunca comprou votos", diz ex-tesoureiro do partido

Agência BrasilO ex-tesoureiro do Partido dos Trabalhadores, Delúbio Soares

O ex-tesoureiro do Partido dos Trabalhadores, Delúbio Soares

Brasília – O ex-tesoureiro do PT, Delúbio Soares, iniciou seu depoimento na Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) da Compra de Votos negando que seu partido tenha feito pagamentos de mesadas a parlamentares, o chamado mensalão. "O Partido dos Trabalhadores nunca comprou deputados, nunca comprou votos, nunca ofereceu recursos para alguém votar de maneira A ou B".

Delúbio afirmou que ele foi o responsável pelos empréstimos do empresário Marcos Valério. "Ninguém mais do PT participou da forma do empréstimo e da destinação de recursos", disse.

Ele fez questão de enfatizar que nenhum dos recursos do caixa 2 do PT vieram de empresas públicas. "Esse dinheiro não contabilizado não tem vínculo nenhum com recursos públicos", afirmou.

Segundo Delúbio, hoje ele irá reafirmar o que já havia dito na CPI dos Correios.

Veja Mais

Deixe um comentário