Moradores da Sururu de Capote aderem ao MTL

Cerca de 203 famílias residentes na favela Sururu de Capote aderiram hoje, ao Movimento Terra Trabalho e Liberdade (MTL), após assembléia com a coordenação do movimento, no Caic do Vergel do Lago.

A assembléia foi realizada no Caic do Vergel com parte das famílias que vivem na favela Sururu de Capote, no final da manhã. O objetivo era discutir a falta de moradia e condições de sobrevivência das famílias que dependem da lagoa.

Eles reclamam que as obras estão paradas, o que está deixando as famílias sem moradia e sem o dinheiro da indenização, que havia sido combinado. “Mesmo as famílias que receberam casas nos conjuntos do Tabuleiro, não têm condições de transporte e não são beneficiadas pela distância. Por isso, alguns até devolveram fizeram devoluções de suas casas, na esperança de receber outra mais próxima à lagoa”. Informou Valdemir Agostinho, um dos coordenadores do MTL.

Segundo Valdemir, outros protestos poderão ser realizados, caso não haja respostas por parte do poder público. “Com o movimento unido, iremos ocupar os latifúndios urbanos improdutivos e beneficiar as famílias que precisam”, ressalta Valdemir.

Amanhã os moradores da favela voltarão a se reunir com a coordenação do MTL, a Agência de Habitação e a empresa de construção, Arquitec, a partir as 8h30, no Caic do Vergel para tentar resolver o impasse dos moradores.

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *