Nise da Silveira será homenageada em desfile de 16 de setembro

Falta pouco mais de um mês para a data em que se comemora a emancipação política de Alagoas, mas os preparativos para o tradicional desfile da rede estadual de ensino já começaram. Na semana passada, técnicos da Coordenadoria de Ação Cultural da Secretaria Executiva de Educação tiveram uma reunião com o teatrólogo e professor da Universidade Federal de Alagoas, Homero Cavalcante, para discutir a concepção do desfile, que homenageará a psiquiatra alagoana Nise da Silveira. Durante o desfile, também será entregue a premiação das três melhores redações sobre a médica, escritas por alunos da rede estadual.

A escolha de Nise se deve ao fato de que este ano se comemora o centenário da médica, que revolucionou a psiquiatria no Brasil e no mundo, utilizando a terapia educacional como forma de tratamento de pacientes psiquiátricos e se contrapondo aos métodos tradicionais, como o coma insulínico, o isolamento e o eletrochoque.

"Nise foi e é personalidade que merece ser sempre lembrada, pelo seu legado intelectual e pela representação simbólica de um povo que luta e é, acima de tudo solidário, humano", ressalta Ranilson França, coordenador da Corac.

Nasceu em 1905, em Maceió, cidade onde estudaria até o curso secundário, concluído em 1920. Nesse mesmo ano, submeteu-se ao vestibular na Faculdade de Medicina da Bahia. Iniciou o curso em janeiro de 1921, sendo a única mulher entre 157 estudantes.

A trajetória de Nise da Silveira, suas experiências com a seção de Terapêutica Ocupacional, criada por ela no antigo Centro Psiquiátrico Nacional do Rio de Janeiro, atual Instituto Municipal Nise da Silveira, e seu perfil de mulher contestadora são alguns dos aspectos que serão apresentados no desfile de 16 de setembro. A expectativa é que cerca de 1.500 alunos ocupem a orla de Pajuçara, em horário a ser definido.

Desfile

O desfile será dividido em alas, cada uma delas abordando questões relacionadas à homenageada, bem como situações vividas por ela. O enredo está sendo concebido por Homero Cavalcante, que já está trabalhando junto às Coordenadorias Regionais de Educação, que desenvolverão aspectos específicos do desfile.

Uma das alas, por exemplo, abordará o período da prisão da psiquiatra, com evoluções coreografadas. Em outra, será apresentado o trabalho de Nise em algumas das principais obras dos pacientes tratados por ela. Hoje, os trabalhos artísticos da "psiquiatra rebelde", expressão usada por Ferreira Gullar, estão expostos no Museu do Inconsciente, no Rio de Janeiro. Lá, podem ser encontradas cerca de 350 mil obras, entre pinturas, desenhos, modelagens e xilogravuras, de grande valor artístico e científico.

O ponto alto do desfile deve ser proporcionado por uma participação especial: o bloco "Maluco Beleza", composto por pacientes do Hospital Escola Portugal Ramalho – uma das referências do país no tratamento de pessoas com problemas mentais e que também utiliza a terapia educacional. A abertura contará com a apresentação do grupo de dança comandado pela professora Cleonice de Barros.

A idéia de escolher temáticas para os desfiles de 16 de setembro surgiu recentemente. Segundo Elinaldo Barros, assessor da Corac, nos últimos três anos foram escolhidos assuntos ou personalidades relacionados com Alagoas: em 2003, o tema foi "Alagoas, estrela radiosa", ressaltando aspectos da cultura e belezas locais; em 2004, foi a vez do poeta Ledo Ivo ser homenageado, com um desfile que se valeu de sua história e personagens de seus livros como fonte inspiradora. "E já temos em mente um tema para 2006: Padre Teófanes – o educador das Alagoas", revela Elinaldo.

No dia 24 deste mês, às 10h, no Espaço Cultural Linda Mascarenhas, será realizada a entrega simbólica de 100 livros sobre Nise da Silveira, escritos pelo médico alagoano Dídimo Otto Kümmer. Os exemplares – doados pelo Conselho Regional de Medicina de Alagoas – serão distribuídos para bibliotecas da rede estadual de ensino.

A Corac também estará presente em mais um evento que terá a psiquiatra como personagem central: foi convidada, na figura de Ranilson França, seu coordenador, para participar de uma das mesas de um Seminário Nacional sobre a Dra. Nise, previsto para o período de 22 a 24 de setembro, no Centro de Convenções de Maceió, em Jaraguá.

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *