Gerson Júnior vai a júri por homicídio duplamente qualificado

A Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Estado (TJ-AL), acabou de julgar o réu confesso, Gérson Lopes de Albuquerque Júnior, que assassinou em maio do ano passado, o estudante de Direito Márcio Edsandro Silva Correia.

Os três desembargadores da Câmara Criminal mantiveram, por unanimidade, a decisão da promotoria, que definiu o crime como homicídio duplamente qualificado, por ter sido praticado por motivo fútil e sem dar chance de defesa à vítima.

A sessão na Câmara Criminal continua com o julgamento de um recurso do Ministério Público em que pede a prisão preventiva d do advogado José Ronivo Vaz, acusado de matar Wilson Oliveira, filho do atual prefeito de Senador Rui Palmeira, Siloé Moura.

Veja Mais

Deixe um comentário