Pescadores prejudicados por vazamento de óleo recebem ajuda

Os pescadores prejudicados pelo vazamento de óleo do navio de bandeira estrangeira Saga Mascote, na Baía de Guanabara, vão receber uma ajuda de custo para garantir o sustento de suas famílias enquanto durar a proibição da pesca nas áreas atingidas pela poluição, na orla de Niterói.

A governadora Rosinha Matheus anunciou no seu programa semanal de rádio que o estado conseguiu na Justiça "uma liminar favorável de reparação integral do ecossistema afetado pelo acidente". Segundo a governadora, a liminar vai permitir uma indenização que garantirá ajuda financeira de um salário mínimo e uma cesta básica para os pescadores pelo tempo que estiverem proibidos de exercer sua atividade pesqueira.

A estimativa de diretores da colônia de pescadores Z-8, em Niterói, é que pelo menos três mil pescadores foram prejudicados com o vazamento. O secretário da colônia, José Pulgas, avaliou que o prejuízo para a atividade pesqueira será grande por causa da "época de reprodução de mexilhões, siris e da desova da sardinha".

O Navio Saga Mascote, de bandeira de Nassau, nas Bahamas, derramou mais de dois mil litros de óleo na Baía de Guanabara depois de bater em um dique quando fazia manobra de atracação no cais do estaleiro Enavi-Renave, na Ilha da Conceição, na semana passada. A poluição atingiu quatro praias e parte da região oceânica de Niterói.

Fonte: Agência Brasil

Veja Mais

Deixe um comentário