Ufal e HU analisam intimação da Justiça Federal

Em reunião realizada hoje, na reitoria, com a direção do Hospital Universitário para analisar a intimação da Justiça Federal, a reitora Ana Dayse Dorea, recomendou que a procuradoria da Ufal se manifeste, no prazo de 72 horas estabelecido pela 7ª Vara secção Alagoas da ação civil pública, informando sobre os objetivos dos últimos concursos realizados para preenchimentos de vagas no Hospital Universitário.

De acordo com informação da reitora, Ana Dayse, a Universidade Federal de Alagoas (Ufal) não tem autonomia para abrir novas vagas. “A prerrogativa e competência são dos ministérios da Educação e do Planejamento”. Segundo ela, todos os hospitais universitários do país estão com situação semelhante.

A reitora destaca, ainda, que atualmente a Ufal desembolsa o montante de R$ 1,2 milhão do orçamento do Hospital Universitário para pagamento de serviços prestados. “São recursos que deveriam ser utilizados para manutenção e melhoria na estrutura do HU”, reconhece Ana Dayse.

“Vamos fornecer todas informações necessárias à Justiça Federal com relação aos objetivos alcançados no último concurso realizado pela Universidade”, afirma o procurador da Ufal, Luis André Barbosa. Segundo ele, as vagas existentes do último concurso já foram preenchidas.

O Hospital Universitário, de acordo com o diretor geral Sebastião Praxedes, ainda mantêm em seus quadros 188 prestadores de serviços no setor administrativo e áreas afins.

Fonte: Ufal

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *