Professores do interior participam de cursos de formação

Uma parceria entre a Secretaria Executiva de Educação e o Fundo de Fortalecimento da Escola (Fundescola) – projeto desenvolvido pelo MEC e Banco Mundial – está possibilitando a realização de cursos para 75 educadores da rede estadual e redes municipais de 14 cidades alagoanas. Hoje está sendo concluída a primeira fase dos cursos, que terão três etapas. Após o término das capacitações, os participantes estarão aptos a ministrá-las a professores da rede pública.

“É uma rede de formação. Na verdade, estamos formando os formadores. A partir de 2006, cada um deles será responsável por turmas de até 50 educadores”, explica o coordenador de Educação, professor Neilton Nunes. As próximas etapas serão realizadas de 21 a 25 deste mês e de 4 a 8 de novembro.

Estão sendo contemplados 14 municípios, localizados nas Zonas de Atendimento Prioritário (ZAP 1 e 2): Maceió, Santa Luzia, Barra de Santo Antônio, Marechal Deodoro, Barra de São Miguel, Rio Largo, Arapiraca, Taquarana, Limoeiro de Anadia, Lagoa da Canoa, Campo Grande, Girau de Ponciano, São Sebastião e Coité do Nóia. A área é definida pelo Fundescola para atuação de seus programas e projetos no Estado.

As formações incluem três diferentes cursos, coordenados por especialistas alagoanos treinados pelo MEC: O Praler, voltado para professores de 1ª e 2ª série; o Gestar I, na área de Matemática, para educadores de 1ª a 4ª série do ensino fundamental; e o Gestar II, de Língua Portuguesa, destinado a docentes de 5ª a 8ª série do ensino fundamental.

“São cursos muito bons, bem elaborados. Cada participante recebeu material didático de ótima qualidade”, elogia Nancy Lucena, assessora da Coordenadoria de Educação. De acordo com a professora, os projetos irão contribuir no processo de melhoria da qualidade de ensino na rede pública e, desta forma, a reverter os índices de exclusão escolar, como a evasão e a repetência.

Veja Mais

Deixe um comentário