Ministro deve apresentar amanhã proposta para o fim da greve dos professores universitários

O ministro interino da Educação, Jairo Jorge, anunciou que apresenta amanhã (14) uma proposta para o fim da greve dos professores universitários. Segundo Jairo Jorge, o documento contém as principais reivindicações da categoria. Os R$ 500 milhões liberados terça-feira (11) pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva serão usados para atender as solicitações dos professores.

"Estamos contemplando as principais reivindicações da categoria. Além disso, investiremos na carreira, qualificação e aprimoramento de mestres e doutores", antecipou o ministro interino da Educação.

Para ele, a proposta reduzirá a diferença entre professores na ativa e aposentados. "Existem 73 mil professores nas instituições federais de ensino superior. Cerca de 48 mil estão em sala de aula", informou.

Jairo Jorge destacou o fato de a proposta ser apresentada antes do Dia do Professor, comemorado no dia 15 deste mês. "A nossa preocupação é apresentar todo o texto exatamente no período que antecede o Dia do Professor, porque está com eles a base das instituições de ensino que nós desejamos", disse ele.

O vice-presidente do Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior (Andes), Paulo Rizzo, afirmou que o dinheiro liberado por Lula ainda não é suficiente para atender as solicitações dos professores. Por isso, segundo ele, a greve continua. "Estes recursos estão aquém da nossa pauta. Para atendê-la, necessitaríamos de R$ 2 bilhões", acrescentou.

De acordo com o último balanço divulgado pelo Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior (Andes), a greve dos professores interrompeu as atividades – de forma integral ou parcial – de 31 das 61 instituições federais de ensino superior.

Fonte: Agência Brasil

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *