Valério e Delúbio estarão frente a frente na CPI do Mensalão

O empresário Marcos Valério Fernandes de Souza, o presidente do PL Waldemar Costa Neto (que renunciou ao mandato de deputado federal para não perder os direitos políticos) e os ex-tesoureiros do PT, Delúbio Soares, e do PL, Jacinto Lamas, além do tesoureiro do PTB, Emerson Palmieri, estarão frente a frente na reunião da CPI Mista do Mensalão marcada para a próxima quinta-feira (27), às 10h.

Também participarão da série de acareações a funcionária da SMP&B Simone Vasconcellos, o assessor do PP João Cláudio de Carvalho Genu e o ex-presidente da Casa da Moeda Manoel Severino dos Santos. Na terça-feira (25), às 11h30, a CPI ouve os ex-deputados Osmir Lima e Chicão Brígido sobre a suposta compra de votos para a aprovar o projeto que permitiu a reeleição.

Às 11h30 da quarta-feira (26) o deputado Ronivan Santiago (PP-AC) depõe sobre o mesmo assunto e na sexta-feira (28), às 10h, o ex-assessor do Ministério da Cultura Roberto Costa Pinho, deverá explicar os motivos pelo seu nome ter sido citado pelo empresário Marcos Valério como autor de saques que totalizaram R$ 450 mil.

Acareação

O formato aprovado para a acareação prevê que Delúbio Soares, Marcos Valério e Simone Vasconcelos permanecerão na sala de reuniões durante todo o tempo da sessão. Os demais convocados entrarão, um a um, para responder aos questionamentos dos parlamentares. Um dos objetivos é definir qual das listas de sacadores das contas de Valério no Banco Rural é verdadeira, já que o empresário e sua funcionária forneceram informações conflitantes à CPI.

Fonte: Agência Senado

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notificações no seu whatsappReceba nossas notificações