Paulo Corintho deve assumir hoje à tarde na Câmara de Maceió

Luis VilarAdriano Soares e Corintho aguardando parecer dos desembargadores no TRE

Adriano Soares e Corintho aguardando parecer dos desembargadores no TRE

O Tribunal Regional Eleitoral concluiu o julgamento do recurso do vereador Paulo Corintho (PV) contra a decisão que cassou seu mandato na Câmara Municipal de Maceió. O julgamento, que teve início na segunda-feira, foi suspenso após pedido de vista do desembargador Humberto Martins.

Na sessão de hoje, o desembargador Humberto Martins anunciou seu voto favorável à recondução de Corintho à Câmara de Maceió, no que foi seguido pelos desembargadores Evilásio Feitosa, Marcelo Teixeira e Sérgio Wanderley. Os únicos a votarem contra foi o relator do processo, desembargador Pedro Augusto e a desembargadora Katarina Ramalho.
Durante a leitura dos votos, os desembargadores destacaram os motivos que os levaram a votar a favor ou contra a cassação de Paulo Corintho.

Os desembargadores Humberto Martins e Sérgio Wanderley chamaram a atenção para o que – segundo eles – seriam contradições das testemunhas arroladas no caso. Sérgio Wanderley ainda sugeriu um acompanhamento rigoroso das condutas dos candidatos durante as eleições. Além da presença, em maior contingente, da polícia e justiça eleitoral.

Denúncia

Paulo Corintho foi denunciado por compra de votos durante a eleição do ano passado e, mesmo após ter sido diplomado, não assumiu, por força de uma decisão liminar concedida pelo juiz eleitoral plantonista Celyrio Adamastor Tenório Aciolly, impedindo sua posse em 1º de janeiro.

A decisão foi mantida posteriormente pelo juiz da 3ª Zona Eleitoral, James Magalhães de Medeiros, que em junho deste ano cassou o diploma de Paulo Corintho em definitivo. Na mesma decisão, foi confirmada a posse do primeiro suplente da coligação, vereador Damásio Ferreira (PTdoB), que assumiu a cadeira desde 1º de janeiro. Damásio Ferreira foi um dos autores da denúncia contra Paulo Corintho e a defesa o acusa de ter “armado” a cassação.

Procedimento

Segundo o advogado de defesa, Adriano Soares, imediatamente após o término da sessão foi encaminhado à Câmara Municipal um ofício para a recondução de Paulo Corintho. Segundo a expectativa dos advogados, Corintho já deve participar da sessão de hoje à tarde.

Leia mais

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *