Filha foragida de Pinochet é detida em Washington

A filha mais velha do ex-ditador chileno Augusto Pinochet foi detida hoje em Washington, para onde viajou a partir de Buenos Aires com o objetivo de escapar do processo aberto contra ela por evasão tributária, confirmou hoje o Governo Chileno.

O porta-voz do Executivo, Osvaldo Puccio, afirmou que "Lucía Pinochet, alvo de uma ordem de captura de um juiz chileno, foi detida em Washington".

O juiz Carlos Cerda, responsável pela investigação das contas secretas do Augusto Pinochet, ordenou a busca internacional da filha do ex-ditador, que domingo viajou à Argentina para se esconder da Justiça. Ela atravessou a fronteira pela passagem "Los Libertadores", que une a cidade chilena dos Andes à cidade argentina de Mendoza Lucía, com seus irmãos Verónica, Jacqueline e Marco Antonio, e a mãe Lucía Hiriart, foram processados na segunda-feira por deixar de pagar mais de US$ 6 milhões em impostos.

A filha de Pinochet saiu do país um dia antes de ser notificada sobre a ordem de prisão expedida pelo juiz Cerda contra ela por evasão tributária e falsificação de passaportes.

Ela foi a única da família a não cumprir a ordem. O juiz Cerda a incluiu no processo na sexta-feira, mandou detê-la e interceptou seu telefone celular.

Lucía Pinochet é acusada de causar um prejuízo ao Fisco de 453 milhões de pesos (US$ 862 mil) e de usar passaportes falsos.

Fontes judiciais esperam que as autoridades americanas deportem a foragida para Santiago, embora o delito tributário não seja passível de extradição.

O porta-voz do Executivo anunciou que já foram iniciados os trâmites para que a filha de Pinochet seja deportada Na terça-feira, a esposa e os filhos do ex-ditador Augusto Pinochet pagaram fiança e ganharam a liberdade. Eles se disseram vítimas de uma "perseguição política".

A advogada Carmen Hertz, que moveu a causa, anunciou uma série de medidas cautelares contra Lucía Pinochet, entre elas um pedido de extradição, por mais que não exista acordo deste tipo do país com os Estados Unidos.

Fonte: Folha Online

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *