Sem-terra vêm a Maceió reivindicar divisão de lotes em assentamento

Cerca de 800 trabalhadores rurais sem-terra, ligados ao MLST, voltaram a invadir a Praça Sinimbu e o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), ontem. Os trabalhadores chegaram a Maceió reivindicando a divisão de lotes em quatro assentamentos do Projeto de Assentamento Chico Mendes, localizado no município de União dos Palmares.

Segundo informações dos coordenadores do MLST, os trabalhadores devem permanecer acampados em Maceió até terem suas reivindicações atendidas pelo Incra.

Ontem, a direção do órgão em Alagoas e representantes dos trabalhadores se reuniram para discutir as propostas para os assentamentos Chico Mendes. Ficou estabelecido que hoje, a partir das 10h00, haverá uma nova reunião, desta vez com a presença de técnicos do Instituto de Terras e de Reforma Agrária de Alagoas (Iteral). Segundo a ouvidora geral do Incra em Alagoas, Katiúcia Mendes, os técnicos do Iteral estudarão a topografia do lugar para depois dividir os lotes. Apenas com este estudo será possível destinar recursos para os assentamentos.

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *