Polícia não tem provas contra marido da prefeita

As denúncias contra o sr. Ricardo Schavuzzi, marido da prefeita de Rio Largo, Vânia Paiva, não são suficientes para mantê-lo preso e a sua própria prisão é considerada como arbitrária pelo advogado Adriano Soares.

A única prova contra Schavuzzi é a confissão de uma testemunha à polícia, dizendo que foi o marido da prefeita Vânia Paiva que mandou atear fogo em documentos contábeis e financeiros – o incêndio criminoso ocorreu no ano passado.

A testemunha, que está presa por envolvimento com a quadrilha de assaltantes e seqüestradores desbaratada esta semana pela “Operação Mata do Rolo”, pode ter sido pressionada a fazer a acusação, de acordo com a avaliação da defesa de Ricardo Schavuzzi.

O advogado Adriano Soares estranho o fato de estar sendo impedido de ter acesso ao inquérito; oficialmente, ele não sabe qual a verdadeira acusação contra seu cliente e sustenta que a atuação da polícia no caso deixa dúvidas que precisam ser esclarecidas.

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *