Aprovação de Lula sobe, mas Serra ainda vence, segundo Datafolha

Pesquisa realizada pelo Datafolha e publicada pela Folha de S.Paulo na edição deste domingo (5) mostra que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva recuperou os índices de aprovação que tinha antes da crise do mensalão.

Segundo a pesquisa, 36% dos entrevistados consideram o desempenho de Lula ótimo ou bom, contra 23% que consideram o atual governo ruim ou péssimo. O Datafolha ouviu 2.590 pessoas em 153 cidades, nos dias 1º e 2 de fevereiro. A margem de erro é de dois pontos percentuais.

Na pesquisa anterior, realizada pelo Datafolha em dezembro, 29% dos entrevistados consideravam o governo ruim ou péssimo, contra 28% que consideravam o governo ótimo ou bom. O número de pessoas que considera o governo regular caiu de 41% para 39%.

Antes do início da crise do mensalão, em junho do ano passado, o índice de aprovação do presidente era exatamente os mesmos 36%. Nas pesquisas seguintes, o número caiu sucessivamente, até chegar ao nível mais baixo –28%– em outubro.

A pesquisa revela que o presidente deve a melhora na sua avaliação aos mais pobres: entre os que ganham até cinco salários mínimos, o índice de ótimo ou bom variou nove pontos. Entre os que têm renda entre cinco e dez salários, o índice variou oito pontos. Já entre os que ganham mais de dez salários, a aprovação subiu apenas um ponto percentual.

A recuperação de Lula coincide com o anúncio do aumento do salário mínimo –de R$ 300 para R$ 350. No período entre dezembro e fevereiro, o presidente visitou obras em vários pontos do Brasil e deu uma entrevista ao "Fantástico", da TV Globo.

Sucessão

O Datafolha também avaliou as intenções de voto dos entrevistados. Na primeira situação, o candidato do PSDB é o atual prefeito de São Paulo, José Serra. Na segunda, candidato tucano é o atual governador de São Paulo, Geraldo Alckmin. Nos dois casos, Lula subiu, mas ainda perde de Serra.

No primeiro turno, Serra e o presidente estão em empate técnico: 34% para Serra, contra 33% de Lula. No segundo turno, o prefeito de São Paulo ganha com oito pontos percentuais de vantagem: 49% a 41%.

Contra Alckmin, Lula vence nos dois turnos. No primeiro, o placar é de 36% para o presidente contra 20% para o tucano. No segundo turno, Lula tem 48% das intenções de votos, contra 39% para o tucano.

Fonte: Folha Online

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *