Davino rebate Schavuzzi

O diretor geral da Polícia Civil, Robervaldo Davino está – neste momento – em uma reunião no Palácio Floriano Peixoto, mas assim que teve acesso a entrevista de Schavuzzi por meio do Alagoas 24 Horas, enviou um comunicado de sua assessoria de imprensa negando veementemente as acusações. Conforme Robervaldo Davino, a tortura é algo avesso as suas concepções enquanto delegado da Polícia Civil.

Nem quando era simplesmente delegado da Polícia Civil utilizava tais métodos, muito menos os uso agora no cargo de diretor da Polícia Civil. Sou totalmente contra estes atos dentro da instituição da Polícia Civil e não emiti ordem alguma para que o preso fosse torturado”, comunicou Davino por meio de sua assessoria. Antes de ser preso – a assessoria de Davino fez questão de lembrar – que Schavuzzi fez exame de corpo delito no Instituto Médico Legal.

Davino negou a ordem dada para que Schavuzzi “ficasse mole”. Quanto as questões sobre ele ter ficado em uma solitária no momento em que chegou ao sistema penitenciário, só quem pode falar é o secretário de Ressocialização, Coronel Rosendo. O Alagoas 24 Horas está tentando contato com ele, mas ainda não obteve êxito.

Veja Mais

Deixe um comentário