São Paulo goleia em seu retorno ao Morumbi

O São Paulo reafirmou sua força dentro do estádio do Morumbi e conquistou sua segunda vitória seguida na Libertadores. Nesta quarta-feira, o time voltou a jogar em casa após duas semanas e goleou o Cienciano por 4 x 1, com gols de Fabão, Alex Dias, Thiago e Souza.

No início do jogo, a estratégia do técnico Muricy Ramalho era usar as extremidades e a movimentação para desmontar a retranca peruana. Nem precisou esperar muito. Logo aos 2min, Fabão abriu o placar em cobrança de falta. A bola passou no meio da barreira e não deu chance ao goleiro Ibáñez.

A expectativa se confirmou, e o Cienciano foi ao ataque após sofrer o gol. Melhor para o Tricolor, que ampliou a vantagem aos 20min. Danilo avançou pela esquerda e cruzou alto para o segundo pau. Alex Dias se esticou e conseguiu cabecear por cima do goleiro. A bola entrou mansinha no canto oposto.

A vantagem parecia definitiva, mas o time peruano não se entregou e foi beneficiado pela linha de impedimento do São Paulo, que funcionou mal aos 30min. Então, Bazalar ficou livre na esquerda e cruzou para Silva, que descontou com uma cabeçada precisa. No final, Rogério Ceni ainda fez bela defesa em cobrança de falta e evitou o empate.

O São Paulo voltou a controlar o jogo no início do segundo tempo, mas aí se repetiu um problema que o técnico Muricy Ramalho tanto reclamou nos treinos: a inoperância do ataque. A torcida, então, passou a pedir a entrada do garoto Thiago, o que o comandante prontamente atendeu. Deu certo. Em sua terceira jogada, o atacante pegou uma sobra da entrada da área, acertou uma bomba e marcou um belo gol.

O gol não mudou a postura do São Paulo, que continuou no ataque e foi recompensado aos 32min. Richarlyson fez a jogada pela esquerda e cruzou. A bola atravessou toda a área e caiu nos pés de Souza, à direita da área. O lateral encheu o pé, acertou o ângulo de Ibáñez e fez o quarto gol.

Nos minutos finais, a superioridade são-paulina se manteve, e surgiram oportunidades até para o quinto gol. Ele não saiu, mas o torcedor já estava satisfeito. Antes mesmo do apito final, já começou a pensar no clássico de domingo contra o Corinthians. Júnior e Fabão, contundidos, não sabem se jogam. Lugano, suspenso, é ausência certa.

O resultado positivo deixou o Tricolor isolado na liderança do grupo 1 da Libertadores, com seis pontos ganhos em dois jogos. O Chivas Guadalajara, do México, está em segundo lugar com quatro pontos. O Caracas tem um ponto, enquanto o Cienciano ainda não pontuou.

Fonte: Placar

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *