Vaia continua funcionando como antídoto e CSA volta à Vice-liderança

Já virou moda, rotina ou até tradição. O método, repugnante na maioria dos clubes mundiais, tem um efeito inverso para os jogadores do CSA. Nesta tarde, após um primeiro tempo medíocre, o time inteiro deixou o campo vaiado.

O técnico Agnaldo Liz, que havia poupado o lateral Rogerinho e o meia Djames para o clássico com o CRB, na terça-feira, não contou com o zagueiro Sílvio e o meia Jean, que cumprem suspensão pelo terceiro cartão. Em compensação Agnaldo pôde contar com a volta do zagueiro Picoli e o estreante Vanderson, na lateral direita.

Aos 23min do primeiro tempo, o atacante Ribamar sentiu dores musculares e foi substituído por Alexsandro, que entrou para resolver o problema de ataque. O empate deixaria o CSA em terceiro, a dois pontos do CRB, que venceu o Murici por 2 a 0.

Irreconhecível nos 47min do primeiro tempo o CSA o torcedor azulino teve que se contentar com o futebol do veterano Lino, cria do Mutange, mas que estava no lado adversário.

O CSA voltou para o segundo tempo ainda com vaia. Mesmo sendo o menor público neste ano, no Rei Pelé, o ruído era grande e antes que o Bom Jesus se aproveitasse do momento negativo, o antídoto fez efeito e Arivelton abriu o placar aos 9min, com um golaço, no ângulo direito de Índio.

O gol levantou a moral do time e, 1min depois, Jessuí desperdiçou uma grande oportunidade. Preocupado com o resultado o técnico Agnaldo Liz colocou Bruno no lugar de Jessuí e, no primeiro lance o atacante fez o segundo do CSA aos 16min.

Aos 43min, o estreante Vanderson marcou o terceiro, mas o assistente Afrânio Almeida marcou impedimento. Foi o último lance do jogo.

O CSA volta a campo na terça-feira, às 20h30, no segundo clássico das multidões. Já o Bom Jesus recebe o Penedense, às 15h15, no Estádio Edvanil Navarro, em Mtriz do Camaragibe.

CSA

Delmir; Cláudio, Picoli (Vilmar), Alisson e Vanderson; Marquinhos Mossoró, Leomar, Arivelton e Edson Sá; Ribamar (Alexsandro) e Jessuí (Bruno)
Técnico: Agnaldo Liz

Bom Jesus

Índio; Roldão, Sérgio, André e Escurinho; Jackson (Gilsinho), Adriano Cabeça, Lino e Osmário; Rosivaldo e Valmir (Juninho).
Técnico: Canhoto

Ficha técnica

Jogo: CSA 2 x 0 Bom Jesus
Local: Estádio Rei Pelé – Maceió
Árbitro: Jorge Luis da Silva
Assistentes: Afrânio Almeida e Antonio Lacerda
4º Árbitro: Paulo Luis
Cartões amarelos: Leomar e Edson Sá (CSA); Lino, Adriano, André, Roldão, Sérgio e Escurinho (Bom Jesus)
Cartões vermelhos:
Renda: 12.052,50
Público pagante: 322
Público não pagante: 266
Cidadão Nota 10: 3.120
Público total: 3.708

Resultados da rodada

CRB 2 x 1 Murici
Penedense 0 x 1 Corinthians
CSA 2 x 0 Bom Jesus

Classificação parcial da 15ª rodada

1º – Coruripe: 34 pontos
2º – CSA 29 pontos
3º – CRB: 28 pontos
4º – Corinthians: 23 pontos
5º – Murici: 21 pontos
6º – Penedense: 19 pontos
7º – CSE: 17 pontos
8º – Bom Jesus: 11 pontos
9º – Ipanema: 9 pontos
10º – ASA: 9 pontos

Leia também

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *