Julgamento de Saddam é retomado neste domingo

O julgamento de Saddam Hussein foi retomado neste domingo em Bagdá, no Iraque.

O ex-líder iraquiano e outros sete réus são acusados pela morte de 148 pessoas nas proximidades do vilarejo de Dujail, em 1982, após Saddam ter sido alvo de uma tentativa frustrada de assassinato.

Na última audiência, há quase duas semanas, Saddam disse que era o único responsável pelas mortes, mas insistiu que não cometeu nenhum crime.

Segundo o ex-líder iraquiano, todas as pessoas mortas foram julgadas de acordo com as leis vigentes na época.

Após as declarações dos réus, as testemunhas de defesa irão se pronunciar, segundo informações do promotor público Jaafar Mussawi à agência de notícias AFP.

"Os advogados de vários réus pediram para que algumas testemunhas sejam ouvidas, mas nem Saddam nem seu meio-irmão Barzan Ibrahim al-Tikriti o fizeram até agora", afirmou.

Todos os oito réus negam ser culpados das acusações contra eles.

Saddam Hussein pode ser condenado à morte caso seja considerado culpado.

Fonte: BBC

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *