Ministério Público media discussão entre sem-terra e fazendeiros

O Núcleo de Direitos Humanos do Ministério Público Estadual (MP) realiza nesta tarde, reunião com integrantes dos Movimentos sem-terra de Alagoas, Federação da Agricultura e cooperativa de produtores rurais – representando os fazendeiros – para tentar mediar o entendimento no campo.

Para a promotora do Núcleo de Direitos Humanos do MP, Marluce Falcão, a audiência visa promover um acordo entre as partes e evitar futuros conflitos. “Sabemos que a luta pela terra tem ocasionado grandes conflitos entre integrantes de movimentos e proprietários de terras, no campo. Nosso papel é mediar um entendimento entre as partes e evitar que conflitos futuros ocorram”, afirma.

A promotora afirma ainda que o trabalho de conciliação terá a participação do comando da Secretaria de Defesa Social (SDS). "Além da participação das entidades ligadas a terra, teremos o apoio do comando da Secretaria de Defesa Social para evitar que de fato tornem a ocorrer os conflitos", diz.

Outra reunião, no Ministério Público, está marcada para às 17h com representantes da prefeitura e camelôs para discutir os problemas com a transferência dos trabalhadores para o shopping popular, que causou uma série de conflitos na manhã de hoje.

Veja Mais

Deixe um comentário