Irmão de Sandrinho é preso por porte ilegal de arma

Danielle SilvaIrmão e cunhada de Sandrinho foram presos durante operação realizada ontem na Grota da Alegria

Irmão e cunhada de Sandrinho foram presos durante operação realizada ontem na Grota da Alegria

A mega-operação da Polícia Militar e da Polícia Civil prendeu hoje José Domingos da Silva, 23, e a namorada, Michele Henrique da Silva, na Grota da Alegria, no Benedito Bentes. José Domingos é irmão de Alessandro Domingos, 19, o Sandrinho, que fugiu do Presídio Cyridião Durval na madrugada da última segunda-feira.

Sandrinho é acusado de praticar vários crimes, os dois últimos (assassinatos), ocorreram depois que ele deixou o presídio.

Desde a noite de ontem, a polícia realiza mega-operações para prendê-lo, junto com o irmão, Marcelo Domingos, que também fugiu do presídio na última segunda-feira.

A operação policial envolve cerca de 100 homens da Rádio Patrulha, Batalhão de Operações Especiais, Bope, Tático Integrado Grupo de Resgate, Tigre, Polícia Rodoviária Federal e militares do 5º Batalhão.

Prisão

As primeiras informações dadas pela polícia foram de que o preso desta tarde seria Marcelo Domingos, mas foi o outro irmão, que também tem passagem pela polícia – por tentativa de homicídio e porte ilegal de arma – mas não estava no Presídio Cyridião Durval.

“Acreditamos que ele teria ajudado os irmãos durante a fuga do Cyridião Durval”, disse o comandante de Policiamento da Capital, coronel Brito.

José Domingos foi encontrado com um revólver de calibre 38, com 25 cartuchos intactos. Na casa onde ele foi preso a polícia também encontrou a namorada dele, Michele da Silva, que é acusada de cúmplice.

“A operação foi muito rápida e eles não reagiram. Os dois serão levados para a Delegacia de Plantão II, onde será feita a prisão em flagrante e eles serão investigados”, disse o responsável pela operação, major Luna.

Durante a apresentação dos dois à imprensa, eles negaram as acusações e disseram que não passaram a noite com o Sandrinho.

Operações

Nesta tarde, os policiais foram à favela da Coca-cola, no Distrito Industrial, onde prenderam o “Dão”, acusado de participar de crimes com o Sandrinho. Ele foi levado para a sede do Tigre, onde será investigado.

De acordo com o capitão Brito, a operação também percorreu o conjunto Henrique Hequelman, Eustáquio Gomes, Grota da Alegria e continuará até que seja feita a prisão de Sandrinho.

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *