Ricardo Schavuzzi sai do Cyridião Durval

O coordenador de Planejamento da Prefeitura de Rio Largo, Ricardo Schavuzzi, saiu nesta tarde do Presídio Cyridião Durval, onde estava preso desde a última sexta-feira.

A prisão temporária de Schavuzzi foi decretada a pedido do procurador-geral de Justiça, Coaracy Fonseca, após Schavuzzi ter ameaçado a promotora Estela Cavalcante, um dia antes.

“O Ministério Público de Alagoas não admite qualquer gesto de intimidação à instituição ou a qualquer que seja a autoridade no desempenho de suas atividades”, argumentou Coaracy.

Na época, o procurador designou nove promotores de Justiça para garantir o trabalho da promotora titular.

A prisão também seria para averiguação das acusações por formação de quadrilha, incêndio culposo, supressão de documentos e abuso de autoridade. E como é temporária, vale apenas por cinco dias.

Crimes

Ricardo Schavuzzi é acusado de participação no assassinato de um mendigo, ocorrida em maio de 2002. O inquérito foi feito pelo delegado Marcílio Barenco, que indiciou Schavuzzi por homicídio qualificado, considerando ele o autor intelectual do crime, que também teve a participação de Jorge Pagão e Valmir Araújo Silva, o Dema, na autoria material do assassinato, que foi feito a tijoladas.

Para o advogado de Schavuzzi, Adriano Soares, os autos da denúncia feita pelo Ministério Público consta que Ricardo teria cometido o crime por causa de barulho feito pelo mendigo; a vítima estava num galpão e durante a execução do crime Schavuzzi teria acompanhado a cena pela sua casa; e que depois do crime o corpo do mendigo foi levado no carro de Ricardo, uma Ranger prata.

Mas, a defesa diz que da casa de Schavuzzi é impossível ver o que ocorre dentro do galpão, em 2002 ele não tinha uma Ranger prata e que a família Pagão não era aliada política nem tinha ligação pessoal com Vânia Paiva e o marido, naquela época.

Ricardo Schavuzzi também foi preso na Operação Mata do Rolo, acusado de participar do incêndio ocorrido na Secretaria Municipal de Finanças de Rio Largo.

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *