Gama empata aos 45 minutos do segundo tempo

Luis VilarApesar do volume de jogo, CRB não consegue vencer

Apesar do volume de jogo, CRB não consegue vencer

Final de jogo no Rei Pelé. Aos 45 minutos do segundo tempo, o atacante Maia do time do Gama (DF) empatou o jogo contra o Clube de Regatas Brasil (CRB). O juiz interpretou que o atacante Ben Hur colocou a mão na bola na pequena área e marcou pênalti, que Maia converteu.

O gol do Galo saiu aos seis minutos do segundo tempo, quando o jogador Bebeto aproveitou um passe de Tico Mineiro e fuzilou o goleiro Alencar da equipe adversária. O capitão reconheceu que a bola tocou em sua mão, mas declarou que foi um lance involuntário. “Foi bola na mão e não mão na bola”, declarou.

No entanto, por mais uma vez o Galo sai de campo vaiado pelos torcedores, mesmo tendo jogado bem. O fato é que não foi desta vez que o time da Pajuçara se reabilitou diante de sua torcida. Com o empate o CRB soma quatro pontos no campeonato e depende de outros resultados para subir na tabela e deixar a 15º posição. O Gama por sua vez soma sete pontos e sobe para a 5° posição.

A torcida xinga os jogadores e o técnico Ferdinando Teixeira, que não falou com a imprensa após o empate, com sabor de derrota. Dentro de campo o CRB foi superior, mas não conseguiu converter o volume de jogo em gols e acabou sendo vítima do velho ditado do futebol: “quem não faz, leva”. De acordo com a Federação de Futebol Alagoano (FAF), o jogo arrecadou R$ 37.583. O público pagante foi de 4.761 pessoas e o não pagante 1.373.

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *