MP entra com ação civil para combater nepotismo em Quebrangulo

A Promotoria de Justiça de Quebrangulo entrou com ação civil pública na Comarca da cidade para garantir a exoneração de parentes de autoridades que ocupam cargos comissionados na Prefeitura e na Câmara Municipais.

Na ação, o promotor de Justiça Sílvio Azevedo Sampaio solicita que o juiz Aécio Brito determine a exoneração de parentes de até 3º grau do prefeito, vice-prefeito, dos secretários municipais e dos vereadores, num prazo de cinco dias (após a citação), com multa diária de R$ 5 mil, revertida para o Fundo da Infância e da Juventude do município, em caso de descumprimento.

O nepotismo no Executivo e Legislativo municipais, segundo o promotor de Justiça, é fato público e notório na cidade. “Essa situação fere princípios constitucionais, sobretudo o da moralidade na administração pública”, enfatizou Sampaio, que requereu ainda relação dos servidores comissionados da Prefeitura e da Câmara de Quebrangulo.

Fonte: Assessoria MP

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *