PC prende acusados de crimes em São José da Laje

ASCOM/PCMaurício, Ivanilson e Valdemir foram presos na operação em São José da Laje

Maurício, Ivanilson e Valdemir foram presos na operação em São José da Laje

Policiais civis da 11ª Delegacia Regional de União dos Palmares, comandados pelo delegado Isaías Rodrigues, prenderam, durante operação realizada nesta quinta-feira (30), em São José da Laje, três pessoas envolvidas em crimes. O trabalho teve a participação também de policiais da 115ª Distrital da Laje, sob o comando do delegado Valter Nascimento.

Um dos presos foi o traficante Valdemir da Silva, de 22 anos, que já era foragido da cidade de Palmeira dos Índios. Considerado como muito perigoso, ele tinha prisão preventiva decretada pelo juiz José Alberto Ramos.

Os outros dois são acusados do não pagamento de pensão alimentícia. Maurício Gomes de Melo, 48 anos, tinha prisão preventiva decretada pela juíza Cinthia Elias de Almeida, da 2ª Vara Judicial do Foro Distrital de Hortolândia, em São Paulo.

Já Ivanilson da Silva Moura estaria devendo cerca de R$ 700 mil, em pensão de alimentos, e também é oriundo do Estado de São Paulo.

Todos foram ouvidos na Delegacia Regional de União dos Palmares e, depois, transferidos para o sistema prisional em Maceió.

Fonte: Ascom PC/AL

Veja Mais

5 Comentários

  • edvan says:

    |\não concordo em colocar na mesma cela, alguém que foi decretada a prisão por não pagar pensão com traficante, dito na matéria como muito perigoso. No futuro serão 3 traficantes, ao invés de 1.

  • edvan says:

    Não concordo em colocar na mesma cela, alguém que foi decretada a prisão por não pagar pensão com traficante, dito na matéria como muito perigoso. No futuro serão 3 traficantes, ao invés de 1.

    • ane says:

      Concordo com você quando se refere em não colocar a pessoa devedora de alimento em uma mesma cela junto com essas almas sebosas, pois ninguém sabe das dificuldades financeira que esses pais tiveram para chegar a esse ponto. Porém, independente do que esses pais passarem vão continuar sendo pessoas do bem e, não vão se igualar a essas tranqueiras que nem merecem viver.

  • Ane says:

    Isso é um absurdo tratar um pai de família igual um bandido, ser algemado e colocado em uma cela junto com bandidos de alta periculosidade só por conta de um atraso da pensão alimentícia. Toda via, está escrito na lei que prisão de pessoas devedora de alimentos não podem ser colocados juntos com os demais………

  • ane says:

    Isso é um absurdo pegar um pai de família algemar e colocar em uma mesma cela junto com bandidos de alta periculosidade só por causa de um atraso na pensão alimentícia. Todavia, está escrito na lei que não podem colocar pessoas devedora de alimentos na mesma cela junto com os condenados essa pessoas devem ficar separados e, só podem ser algemados se esboçar alguma resistência

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *