Governador inaugura primeiro laboratório forense

O governador Renan Filho inaugura nesta sexta-feira (4), às 15 horas, o Laboratório Forense do Instituto de Criminalística (IC). A unidade será responsável pelos exames nas áreas de química, toxicologia e biologia forense e sua implantação marcará a história da perícia criminal alagoana.

O Laboratório Forense do IC, o primeiro de Alagoas, recebeu o nome do perito Severino Lira dos Santos e funcionará no prédio-sede da Perícia Oficial do Estado de Alagoas, situado na Rua do Sol. Orçada em R$ 475 mil, a obra foi financiada com recursos do Tesouro Estadual.

O novo espaço conta com uma moderna estrutura, que inclui salas de toxicologia, biologia forense, química forense, cromatografia gasosa, confecção de laudos, cromatografia líquida e espectroscopia, sala para preparação de soluções e descontaminação de vidrarias, sala do servidor, custódia de vestígios, recepção e chefia.

Segundo a perita criminal Rosana Coutinho, chefe de perícias de laboratório, o projeto foi planejado para oferecer as melhores condições de trabalho aos peritos criminais que irão atuar no espaço na realização de análises de provas técnicas.

Além da estrutura física foram investidos mais de R$ 2,3 milhões na aquisição de equipamentos para o laboratório, fruto de convênio firmado entre Governo do Estado e o Ministério da Justiça.

“Na área química os peritos poderão analisar substâncias brutas como maconha, cocaína, crack e outros tipos de drogas sintéticas. Na área de biologia serão examinadas vestes, instrumentos de crime e objetivos diversos, para se constatar a existência de substâncias biológicas, a exemplo de sangue humano, sêmen, entre outros, para serem encaminhados para o confronto genético. E na toxicologia serão examinadas as interações de substâncias nos corpos humanos,” esclareceu a perita Rosana Coutinho.

O perito-geral Manoel Melo destacou que a obra havia sido paralisada no ano passado e, por conta disso, o IC Alagoano corria o risco de perder todos os equipamentos adquiridos no convênio com o Ministério da Justiça. Ele explicou que o projeto da construção do laboratório foi iniciado no final do ano de 2010, com contrapartida do Estado, após assinatura do convênio.

“Estamos muito felizes em poder inaugurar e começar a utilizar todos os recursos do laboratório forense do IC, ressaltando o empenho de nossa equipe para a finalização desse projeto. Conseguimos iniciar a obra em outubro de 2013, mas com os entraves burocráticos os trabalhos foram paralisados, sendo necessária a substituição da antiga construtora. O Laboratório Forense irá contribuir diretamente no enfrentamento da criminalidade”, explicou Manoel Melo.

Para o secretário de Estado da Segurança Pública (SSP/AL), Alfredo Gaspar de Mendonça Neto, a inauguração do Laboratório Forense significa um ganho incalculável para a perícia, que agora passa a ter condições de realizar exames indispensáveis e muito importantes, dando celeridade aos laudos.

“Não podíamos imaginar equipamentos caros devolvidos; uma perícia com profissionais competentes, mas sem condições de produzir e agilizar trabalhos importantes para a elucidação de crimes. O governador Renan Filho assumiu o débito deixado; a obra foi retomada e agora a perícia tem um espaço seu, com capacidade de realizar análises sem precisar de peregrinação. E a sociedade, com certeza, será a maior beneficiada”, concluiu o secretário Alfredo Gaspar de Mendonça Neto. 

Fonte: Agência Alagoas

Veja Mais

1 comentário

  • AGORA CHEGAMOS A IDADE MÉDIA says:

    OS ANTIGOS GOVERNADORES E DEPUTADOS DO ATRASO DEVERIAM SER PROCESSADOS POR DESCASO
    ELES NUNCA SE INTERESSARAM EM ELUCIDAR CRIMES, POIS OS CRIMINOSOS ERAM ELES

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notificações no seu whatsappReceba nossas notificações