Polícia confirma arrombamento e crimes praticados por vítima de duplo homicídio

Antonio AragãoVítimas foram mortas em cima da cama

Vítimas foram mortas em cima da cama

“Era uma pessoa complicada”, assim foi descrita a personalidade da jovem Elicris Muniz da Silva, 24, morta a tiros na noite de ontem (4) em Ibateguara. De acordo com o delegado Dárcio Pacheco, titular da cidade, Elicris já havia sido presa por assalto, vias de fato, além de ser usuária de drogas.

A jovem foi morta dentro da própria residência ao lado da companheira, Roseli Domingos Correia, 20 anos, na região central da cidade. Ainda de acordo com levantamento da polícia, a residência era frequentada por usuários de drogas, embora não seja possível determinar – ainda – se havia comercialização no local. A última prisão de Elicris aconteceu em 11 de dezembro.

Os assassinos arrombaram a porta da frente e atiraram contra as vítimas, que morreram na cama. A polícia ainda investiga a procedência de uma motocicleta encontrada no local. Os corpos permanecem no IML de Maceió.

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *