Blog

Crônicas e Agudas por Walmar Brêda

Walmar Coelho Breda Junior é formado em odontologia pela Ufal, mas também é um observador atento do cotidiano. Em 2015 lançou o livro "Crônicas e Agudas" onde pôde registrar suas impressões sobre o mundo sob um olhar bem-humorado, sagaz e original. No blog do mesmo nome é possível conferir sua verve de escritor e sua visão interessante sobre o cotidiano.

Todas as postagens são de inteira responsabilidade do blogueiro.

CPF e CNPJ

Há um grande dilema no momento que envolve duas questões: uma política e uma biológica. A pandemia do vírus chinês, mostrou-se letal na sua capacidade de destruir CPFs e CNPJs com a mesma intensidade -estamos literalmente entre a cruz e a espada.

Nossos governantes então são obrigados a tomar decisões de cunho político e sanitário com o mesmo peso, porém com questões diferentes.  O que fazer, afinal? Como querem ser conhecidos? Destruidores de CPFs ou de CNPJs?
Aos poucos nós, seres humanos, vamos fazendo o que nós, seres humanos, fizemos desde os tempos mais remotos, quando deixávamos as cavernas para caçar mamutes e antílopes, pela justa necessidade da busca de alimentos.  Mesmo sabendo dos riscos, os mais fortes e capacitados saíam caminhando pelos mais variados terrenos e climas, enfrentando feras e tantas outras adversidades. Agora nossa ameaça é invisível, mas não menos letal. Sua ação é covarde e nos ataca por dentro, mais ou menos como aquela armadilha de baratas que leva a contaminação para o ninho. Cada um de nós passou   a carregar o mal -nos tornamos cavalos de Tróia de carne e osso, podendo sermos até responsáveis por mortes de entes queridos.
Sim, tudo isso vai passar, já está mais perto do que longe disso, mas o rastro de CPFs e CNPJs que ficarão no caminho já é enorme. Mesmo assim nossa paciência está chegando ao fim.  Sabemos do risco, mas não dá pra ficarmos confinados na caverna com a filharada passando fome. Vamos nos munir das armas que temos e vamos caçar mamutes, bisões e tigres dente de sabre, em meio a tempestades, sol inclemente  ou nevascas.
Isso é o que nos trouxe até aqui. Isso é o que nos levará daqui para adiante.

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *