Blog

Blog do Mousinho

Todas as postagens são de inteira responsabilidade do blogueiro.

Já são doze os investigados na Operação Arremate; processo tramitará no STF

A Operação Arremate que está investigando a suposta compra de imóveis com dinheiro ilícito tramitará no Supremo Tribunal Federal por ter o senador Fernando Collor foro privilegiado. O senador nega as acusações e diz que “repudia uma trama sórdida” que foi orquestrada contra ele.

Por outro lado, mesmo que a Procuradoria Geral da República tenha solicitado, o ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal, não autorizou mandados de busca e apreensão para Henrique Fernandes de Albuquerque Vital, Fábio Luiz Araújo Lopes de Farias Filho e Vila dos Pescadores Empreendimento Imobiliário SPE Ltda. No despacho às fls. 88, o ministro diz que “defiro o pedido da Procuradoria-Geral da República, para se proceder busca e apreensão nos endereços arrolados às fls. 41-44 da representação, à exceção de Henrique Fernandes de Albuquerque Vital, Fábio Luiz Araújo Lopes de Farias Filho e Vila dos Pescadores Empreendimento Imobiliário SPE Ltda”. No inquérito estão sendo investigados Tarso de Lima Sarmento, Rachel Melo de Oliveira, Osvaldo Antônio Pinto Sarmento, Arciron Mendonça de Oliveira, Thiago de Lima Sarmento, Rafael Melo de Oliveira, Felipe Rodrigues de Lima Conde, Daniella Rodrigues de Lima Conde e Bruno Rodrigues de Lima Conde.

O inquérito policial instaurado em 19 de março de 2015 teve o objetivo de apurar compra de imóveis com valores supostamente ilícitos, onde teria se movimentado mais de R$ 6 milhões. Durante as investigações foram realizadas dezessete buscas e apreensões, a maioria em Alagoas.

 

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notificações no seu whatsappReceba nossas notificações