Blog

Usuário Legado

Todas as postagens são de inteira responsabilidade do blogueiro.

MDS: AL é o mais pobre e com mais pobres extremos

Dados do Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), publicados pelo Jornal da Paraíba neste domingo, mostram que Alagoas ainda é o Estado mais pobre do Brasil, com 57,35% da população vivendo com metade do salário mínimo.
O Maranhão é o segundo, com 54,27% e a Paraíba, o terceiro, 50,74%.
No índice de pobreza extrema, Alagoas também está na cabeça da lista, com 14,83%. Isso significa que estas pessoas sobrevivem com 12,5% do salário mínimo. Maranhão (13,87%), Pernambuco (10,97%), Ceará (10,61%) e Piauí (9,57%) seguem no segundo, terceiro, quarto e quinto lugares.
O Nordeste é a região do Brasil com maior concentração de pobreza extrema, possuindo 28,2% da população vivendo nesta situação e com 57,3% dos indivíduos vulneráveis. A pesquisa identificou que em todo o Brasil, cerca de 10 milhões de pessoas vivem na extrema, sendo 5,7 milhões só no Nordeste. Ou seja, mais da metade da população em estado de miséria no país ainda está concentrada na região, com 57,3% dos brasileiros que vivem nesta situação no país moram no Nordeste. Mais de 10% dos 54 milhões de nordestinos vivem em extrema pobreza.
Na Região Nordeste, o curso para a erradicação da pobreza extrema é de R$ 166 milhões. Em termos nacionais, considerando a linha da pobreza metade do salário mínimo, seria necessário transferir aproximadamente R$ 6 milhões para erradicar a pobreza. Em relação à extrema pobreza, o custo seria de R$ 340 milhões.

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *