Blog

Bispo Filho

Bispo Filho é Administrador de Empresas e Estudante de Jornalismo.

Todas as postagens são de inteira responsabilidade do blogueiro.

Ministério da Cidadania investe em qualificação profissional para reabilitar dependentes químicos

Acordo oferece aos jovens atendidos por comunidades terapêuticas cursos profissionalizantes e auxílio na gestão de negócios.

                                                                Foto:Mario Vieira

Brasília – O ministro da Cidadania, Osmar Terra, assinou, nesta segunda-feira (27), acordo de cooperação técnica que permite a implementação do Plano Progredir e do Programa Brasil Mais Empreendedor em comunidades terapêuticas associadas ao governo federal. O objetivo da parceria é oferecer qualificação profissional e criar oportunidades no mercado de trabalho para jovens dependentes químicos e em situação de vulnerabilidade social. O acordo oferece cursos profissionalizantes, orientação na área de empreendedorismo e acesso a microcrédito produtivo. O investimento total do governo federal com o tratamento de dependentes químicos chega a R$ 152 milhões ao ano.

Osmar Terra assegura que reinserção social e profissional são passos fundamentais para a reabilitação desse público. Para isso, é preciso qualificar o jovem e prepará-lo para o mercado de trabalho. “Reinserção é chave para a pessoa voltar a ter uma vida produtiva, de responsabilidade social e familiar. Por isso, é fundamental criarmos as oportunidades para que esses jovens tenham condição para mudar de vida.”

O Secretário de Cuidados e Prevenção às Drogas do ministério da Cidadania, Quirino Cordeiro Jr., destacou a importância de alinhar políticas de combate às drogas com medidas que garantam a reinserção dos jovens no mundo profissional. “A gente só vai conseguir efetividade se, juntamente com a busca pela abstinência e a sobriedade, oferecermos condições para a recolocação no mercado de trabalho”, declarou.

Henrique França é fundador da ONG Salve a Si e enxerga a parceria com programas de profissionalização e empreendedorismo como uma oportunidade de manter os jovens longe das drogas. Segundo ele, é importante viabilizar uma saída para os dependentes químicos. “Fala-se muito em reinserir esses jovens, mas a maioria sempre viveu às margens da sociedade. Esse tipo de serviço garante a eles a possibilidade de uma vida melhor e honesta”, avaliza.

NEGÓCIO PRÓPRIO – O Programa Brasil Mais Empreendedor, iniciativa criada pela a Confederação Nacional de Jovens Empreendedores (Conaje) dá assistência e acompanhamento técnico para que jovens criem e mantenham seus empreendimentos. Segundo o presidente da Conaje, Marcelo Quelho, muitos jovens dependentes químicos possuem potencial para mudar de vida e o trabalho em conjunto com o governo federal vai possibilitar novos caminhos. “Nós somos uma alternativa para os jovens que acabam buscando as drogas. Damos a oportunidade para que sejam produtivos, gerem a própria renda e se enxerguem como capazes de criar um futuro.”

O Plano Progredir, coordenado pela Secretaria Nacional de Inclusão Social e Produtiva Urbana, oferece aos inscritos no Cadastro Único serviços voltados para qualificação profissional, apoio ao empreendedorismo e encaminhamento ao mercado de trabalho. O Progredir atende cerca de 43 mil usuários e oferece mais de 160 cursos presenciais e a distância.

Fonte: *Por Henrique Jasper

Informações sobre os programas do Ministério da Cidadania:

0800 707 2003

Informações para a imprensa:

Ascom/Ministério da Cidadania
(61) 2030-1505 / 9.9229-6773
www.mds.gov.br/area-de-imprensa

Veja Mais

1 comentário

  • Rosely maria says:

    Meu sobrinho não respeita ninguém, se meu irmão ou minhas irmã tenta explicar ele como fazer ele fala coisas horríveis chama de fia da peste e etc…. ele Não respeita a vó dele ninguém aqui de casa Qualquer coisa ele puxa faca diz que não tem medo de ser preso, maltrata um nenê de 1 ano como se fosse objeto jogando ele como se fosse uma coisa qualquer,.. já tentamos de tudo, mas ele não respeita, não sabemos mas o que fazer , vocês têm como ajudar a gente pq aqui tá difícil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *